Simpósio das Normas de Sustentabilidade Globais

O Simpósio das Normas de Sustentabilidade Globais contou com a organização do governo suíço, do Reino Unido, FIESP além da ISEAL alliance.

A ISEAL alliance tem como objetivo fortalecer os padrões de sustentabilidade para benefício das pessoas e do meio ambiente. Nos últimos 3 anos atuam na sensibilização de mercados emergentes.

 

Dr. Alan Knight, atualmente na Arcellor Mittal, foi um participante ativo na construção do selo para madeira (Forest Stewardship Council ou simplesmente FSC) no início dos anos 90. Na época diretor de uma loja de departamento que buscava entender e qualificar seus fornecedores de madeira.

Representando um dos 250 stakeholders envolvidos, presenciou as controvérsias em torno da elaboração da certificação, por exemplo, qual é a definição de uma boa floresta? Mesmo com discórdias e controvérsias, a FSC se firmou, pois, havia confiança entre os atores.

 

Painel – Operacionalizando metas para o desmatamento zero: papel dos padrões de sustentabilidade

Karin Kreider, da ISEAL Alliance, foi enfática ao apontar que as certificações podem ser incluídas dentro da estratégia da empresa sem trazer ônus às mesmas. Pelo contrário, a Ikea tem como meta dobrar seu faturamento de (2012 a 2020) com zero deforestation commitment.

A WWF junto a 9 ONGs endereçou uma carta de intenções pedindo mais ao governo brasileiro para eliminar o desmatamento. Segundo Cássio Franco Moreira (Chefe Global de Normas e Certificações da WWF), no Brasil já existe área aberta disponível para a agricultura e a pecuária necessária somadas. Aumentando a produtividade das pastagens, cederá mais espaço a agricultura.

Mathias Almeida, gerente de sustentabilidade da Marfrig, compartilhou as exigências que a empresa faz sobre seus fornecedores, através do Marfrig Club. Dos 8 mil fornecedores avaliados, 2 mil já foram bloqueados. A empresa é fortemente a favor de critérios mínimos para a avaliação de fornecedores em toda a cadeia.

Eduardo Lima, HSBC, enfatizou a importância das certificações para a análise de crédito aos consumidores, ligando claramente a sustentabilidade ao retorno do negócio. Além de trazer que o principal ativo de um banco é a reputação.

 

Highlights:

O Reino Unido alterou a legislação recentemente tornando obrigatório os relatos de acordo sobre a política de direitos humanos (incluindo a cadeia de abastecimento).

A Suíça é apontada como a campeã no consumo de produtos provindos de fair-trade.