Diferentes realidades hídricas? Ciência, empresas e poder público

O Bode Na Sala é um evento conduzido pela Página22 (twitter.com/pagina_22) iniciado em 2014 com o intuito de trazer debates sobre temas-chave de sustentabilidade. A Verteego acompanhou a primeira edição de 2015, realizada no Auditório Itaú, em São Paulo, no dia 27 de maio. A crise hídrica evidenciada recentemente na região foi o tema desta edição.

“CIÊNCIA, EMPRESAS, PODER PÚBLICO: Diferentes realidades hídricas?” contou com panelistas destes diferentes setores que expuseram suas realidades, conhecimentos e propostas a respeito do tema.

Paulo Nobre (CPTEC/INPE) trouxe gráficos e estatísticas evidenciando que a redução das chuvas no Sudeste ocorre desde a década de 1960. Parte de sua participação resume-se que o Cantareira vive hoje uma crise que foi anunciada.

Pegando o gancho da natureza da crise, Marussia Whately (coordenadora da Aliança pela Água) trouxe o ponto que a crise da água na realidade é uma crise de governança, seguindo uma linha de raciocínio já trazida pela ONU em estudos datados de 2000.

Um dos representantes do setor privado foi Flávio Bagnara Jr. que enriqueceu o debate trazendo o caso da AES, geradora de energia a partir de hidroelétricas e termoelétricas, e de como a seca nas represas em que tem a concessão pressionaram negativamente os negócios da companhia.

Mais informações sobre a cobertura do evento em http://www.pagina22.com.br/index.php/2015/05/bode-na-sala-provoca-a-articulacao-entre-ciencia-empresas-e-poder-publico/